Aplicações da Lei do Seno e Lei do Cosseno

Veremos a aplicação de duas leis trigonométricas que se aplicam em qualquer situação em que se tenha um triângulo, seja ele qual for.

Os conceitos são os das leis do seno e do cosseno, conceitos que trabalham com apenas dois elementos: ângulo e medida do lado.

Veremos uma mesma situação, onde um construtor de pontes deseja calcular o tamanho da ponte que será construída, entretanto, em cada uma das situações as informações serão diferentes. Com isso veremos os casos nos quais é possível a aplicação da Lei do Seno e da Lei do Cosseno.

Situação 1) O construtor deseja calcular a distância do ponto A ao ponto C, pontos onde a ponte será construída, entretanto ele não possui nenhuma ferramenta que meça essa distância, mas ele conhece de matemática e teve a seguinte ideia. “Como eu possuo uma ferramenta que calcula ângulos, conseguirei determinar o comprimento desta ponte”. Com isso ele marcou um ponto B, calculou o ângulo BÂC que foi igual a 85°, caminhou até o ponto B, uma distância de 2km, e calculou o ângulo ABC obtendo um ângulo de 65°. O construtor acredita que com essas informações será possível calcular o comprimento da ponte.

Veja como será realizado esse cálculo:

Aplicação da lei trigonométrica
Note que as únicas informações dadas foram:

Vejamos as expressões das Leis trigonométricas que podem ser aplicadas.

Lei do seno:

Lei do cosseno:

Veja que com os dados que temos não é possível aplicar a lei do cosseno, pois precisamos das medidas de dois lados e temos apenas a medida de um lado e de dois ângulos, portanto, aplicaremos a lei dos senos.

O objetivo é determinar o valor do segmento AC, sendo assim utilizaremos as duas últimas proporções.


Situação 2) O construtor deseja calcular a distância do ponto A ao ponto C, pontos onde a ponte será construída, entretanto, com a ferramenta que ele possui só foi possível calcular as medidas dos segmentos AB e BC, no qual o segmento AB é igual a 2km e o segmento BC 3,99km. Utilizou novamente a ferramenta de medir ângulos e obteve que o ângulo do vértice B é igual a 65°. Com isso, o construtor conseguiu determinar o comprimento da ponte. Faça você também esses cálculos.

Vejamos as informações que temos:

Temos a medida de dois lados e apenas um ângulo. Um fato importante que nos permite aplicar a lei dos cossenos é o ângulo informado ser determinado pelos dois lados que são conhecidos.

Assim, devemos nos atentar às informações que a situação nos passa, para que saibamos qual relação devemos utilizar. Esse é o ponto crucial para diferenciar essas duas leis quanto à sua aplicação.

-

-

Veja também:

Trigonometria – Introdução

Teorema de Pitágoras

Seno, Cosseno e Tangente de Ângulos Agudos

Ângulos Notáveis

Secante, Cossecante e Cotangente

Circunferência Trigonométrica

Simetria no Círculo Trigonométrico

Relação Fundamental da Trigonometria

Arcos com Mais de uma Volta

Comprimento de um Arco

Função trigonométrica do arco duplo e arco metade

Fórmulas de transformação de soma em produto

Equações Trigonométricas

Funções Trigonométricas

Resumo das fórrmulas Trigonométricas

Lei do Cosseno e Lei do Seno

Aplicações Trigonométricas na Física

Arcos e Movimento Circular

Comprimento de uma Curva

Conversões de Medidas de Ângulos

Calculadora Científica na Trigonometria

Demonstrações Trigonométricas

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 409 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: