Início > Informativo > Projeto pretende estimular jovens a cursar Matemática, Física, Química e Biologia. Primeira fase beneficiará 30 mil

Projeto pretende estimular jovens a cursar Matemática, Física, Química e Biologia. Primeira fase beneficiará 30 mil

 

mec

O Ministério da Educação vai lançar, ainda esta semana, um programa de iniciação científica para estudantes de ensino médio. De acordo com o ministro Aloizio Mercadante, o “Quero Ser Cientista, Quero Ser Professor” vai beneficiar, de início, 30 mil estudantes. No entanto, a perspectiva é chegar a 100 mil jovens.

O projeto será realizado em parceria com as universidades federais e pretende estimular os estudantes a ingressar em carreiras da área de exatas – Matemática, Física, Química e Biologia – que hoje sofrem com a carência de profissionais, especialmente de professores. O déficit de educadores nessas áreas, segundo o ministro, chega a 170 mil profissionais na rede pública.

Mercadante acredita que, colocando os jovens em contato com pesquisas e conhecimentos científicos dessas áreas, muitos estudantes vão se interessar pelos cursos. “À medida que você estimula e dá condições de ter interesse, ele vai seguir para o caminho das áreas exatas. Ou ele será professor ou vai ser matemático. O Brasil precisa de profissionais em todas elas”, diz.

Os estudantes e os professores orientadores do projeto vão ganhar bolsas. O ministro só revelou o valor da bolsa do aluno, que será de R$ 150. Esses jovens selecionados farão atividades em laboratórios das universidades e devem ser monitorados, em suas próprias escolas, por estudantes do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) .

A iniciativa faz parte do esforço do Ministério da Educação em elaborar políticas que transformem o ensino médio. Mercadante diz que essa fase da educação básica é a que mais precisa de atenção no momento, por causa do grande contingente de jovens fora da escola ou atrasados no fluxo escolar.

“Estamos ampliando o ensino médio inovador, programas de reforço escolar, aumentando os investimentos no ensino técnico e profissionalizante”, diz o ministro, que participou da abertura de congresso promovido pela organização Todos pela Educação, em Brasília.

Além do programa, o MEC vai distribuir kits de ciências (nas áreas de matemática, física, química e biologia) para todos os estudantes dessa etapa. Chamado de Aventuras da Ciência, o material pretende ensinar experiências simples para despertar o interesse dos jovens para as áreas.

Fonte: http://www.geledes.org.br

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: