Início > Destaques > Amor Exponencial, Vida Logarítmica

Amor Exponencial, Vida Logarítmica

Somos como Exponencial e Logaritmo

Funções inversas que se compõem em uma identidade

Sempre me perco em seu domínio irrestrito

Mas é nele que encontro minha imagem, minha felicidade.

Temos uma base comum, diferente de um e sempre positiva

Somos em composição uma identidade viva

E quando a alegria parece decrescente minha querida

Lembro que você é o conjunto imagem da minha vida.

Seguimos assíntotas distintas

Caminhos nem parabólicos nem retos

Enquanto você caminha para as abscissas

É com as ordenadas que tento contato direto.

Logaritmando sua potência tenho o expoente perfeito

Encontrando a solução que nos une eternamente

Mas não é fácil caminhar vagarosamente para o sucesso

Enquanto você acelera exponencialmente.

A reta y=x nos separa “equidistantemente”

Graficamente evidencia nossa sintonia

E no plano cartesiano nos amamos loucamente

Nos apresentando em perfeita simetria.

Autor: Valdex Santos

Mais poemas em: https://poemasdobruto.wordpress.com/

  1. 11/01/2016 às 7:44

    Show de bola, hehe

  1. No trackbacks yet.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: